A 15ª Mostra Cultural – “Mulheres Brilhantes” acontece dia 6 de outubro na Cidade das Artes

blog Pedra da Gávea   Sem categoria
17 setembro, 2018

“É possível, numa dada situação, inverter papéis de homens e mulheres e chegar ao mesmo resultado?”, provoca a escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie em um dos seus livros sobre igualdade de gênero. A 15ª Mostra Cultural da Escola Pedra da Gávea homenageia mais de 20 mulheres através de seus trabalhos, de suas produções e dos elementos que elas se apropriaram de forma tão verdadeira. A mostra “Mulheres Brilhantes” reflete como as crianças do infantil ao fundamental produziram culturas e pensamentos a partir das histórias de vida de diversas mulheres brilhantes e, assim, foram capazes de explorar a natureza, o céu, a música, a culinária regional, o pensamento sustentável, a palavra, o movimento e muito mais. No dia 6 de outubro na Cidade das Artes, esse encontro promete promover reflexões e abrir caminhos para a criação, imaginação, expressão e ação através de oficinas, exposições, observações, jogos e apresentações. Afinal, o que é ser uma mulher brilhante? Para nós é não se limitar ao que lhe foi socialmente atribuído, é ter a coragem de ir além, em busca dos  seus sonhos e desejos mesmo com todas as adversidades. Ser uma mulher brilhante é estar à frente de seu tempo e ter transformado o mundo de um jeito único, especial e tocante.


Ao todo, a Escola Pedra da Gávea investigou o trabalho de 24 mulheres de raízes e origens completamente diferentes, desde a cantora e compositora Elza Soares, passando pela poetisa Cecília Meirelles, pela aviadora Ada Rogato, até a jogadora de futebol Marta da Silva. Outras mulheres, cujas vidas, orientaram o pensar das crianças foram estas: Lygia Clark, Graziela Maciel Barroso, Cora Coralina, Duilia Mello, Nadia Comaneci, Simone Biles, Daiane dos Santos, Maria Felipa de Oliveira, Millo Castro Zaldarriaga, Chiquinha Gonzaga, Niède Guidon, Ana Botafogo, Fê Cortez, Maria Lenk, Thaisa Bergmann, Carmem Miranda, Zuzu Angel, Margaret Mee, Bertha Becker, Dira Paes, Amelie Earhart, Coco Channel, Billy Jean e Serena Williams


Cada mulher brilhante inspirou as crianças a escolherem focos de investigação para o desenvolvimento de projetos que serão apresentados através de oficinas. O deslumbramento da astrônoma Duilia de Mello pelo céu foi o ponto de partida para a criação da oficina “Areia Lunar”. Já as obras sensoriais e o entendimento de que o  toque e a arte estão intrinsecamente conectados da artista plástica Lygia Clark inspirou  a oficina “O que você sente?”. As ilustrações botânicas em guache da flora amazônica de Margaret Mee, por outro lado, inspiraram as crianças do 1º ano do fundamental a desenvolverem um projeto de horta com mudas de bromélia, orquídea, helicônia, feijão e açucena, sendo todas registradas em um Sketchbook. As descobertas da arqueóloga Niède Guidon transportaram as crianças para um outro mundo e as levaram a explorar a luz e a sombra montando a oficina “Luz, sombra e descobertas” que propõe uma escavação na caverna. No dia 6 de outubro na Cidade das Artes será possível encontrar essas e muitas outras oficinas. Venham conferir!


Informações:


Data: 6 de outubro


Horário: 10h – 14h


Local: Cidade das Artes – Av. das Américas 5.300 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ

Pedra da Gávea adota Praça Raoul Wallemberg

Leia mais>
Dicas culturais

Dicas Culturais de Férias da Pedra

Leia mais>
Novidades

Pedra da Gávea adota Praça Raoul Wallemberg

Leia mais>
Na mídia

Nutrição na Pedra é destaque no Globo Barra

Leia mais>