Dicas de leitura que abordam a representatividade e o protagonismo negro

blog Pedra da Gávea   Dicas culturais
22 novembro, 2021





Selecionamos alguns livros infantis que abordam a representatividade e o protagonismo negro de forma responsável e consciente e que podem ser lidos por toda a família. Confira alguns títulos:

O Pequeno Príncipe PretoRodrigo França
Em um pequeno planeta, vive o pequeno príncipe preto. Sua única companhia é uma árvore baobá. Sendo assim, quando chegam as ventanias, o menino viaja por vários planetas para espalhar amor e empatia. A história é originalmente uma peça de teatro. Porém, com o sucesso de ter rodado todo o país com apresentações, o autor, Rodrigo França, decidiu adaptá-la também para livro infantil.

A Princesa e a Ervilha – Rachel Isadora
O livro é uma adaptação do conto de Hans Christian Andersen. A autora e ilustradora Rachel Isadora visitou vários países africanos para que pudesse adaptar histórias clássicas. Dessa forma, o livro conta a história como já é conhecida, mas com ilustrações que realçam e mostram a cultura africana.

AmorasEmicida
Amoras é o primeiro livro infantil do cantor Emicida. Nesse sentido, ele se inspirou em um rap de sua autoria e que leva o mesmo nome, para escrever a história. Com ilustrações de Aldo Fabrini, o livro conta de forma sensível como é importante nos reconhecermos no mundo.

Princesas Negras – Ariane Celestino Meireles e Edileuza Penha de Souza
“Elas estão nas escolas, nas universidades e em diversos postos de trabalho. As princesas negras são inteligentes, lutadoras, espertas e aprendem muito com suas mães e avós. São especiais, com seus cabelos crespos e sua ancestralidade. Descubra mais sobre as princesas negras no livro de Edileuza Penha de Souza e Ariane Celestino Meireles. Quem sabe você não convive com uma, ou é uma delas??”


Bônus:
Chapeuzinho e o Leão Faminto – Alex Smith
O livro é um reconto contemporâneo. Nessa história, Chapeuzinho precisa ajudar sua tia rosa que está doente e acaba encontrando um leão faminto no meio do caminho que planeja devorá-la. Uma adaptação do conhecido conto Chapeuzinho Vermelho.

A Cor de Coraline
O livro começa com o amigo de Coraline, Pedrinho, pedindo o lápis “cor de pele” emprestado. A partir desse momento, são feitas várias reflexões para desconstruir argumentos e conceitos de apenas uma “cor de pele”.

Quer saber mais sobre a Escola Pedra da Gávea? Entre em contato e agende uma visita com a gente!

Já conhece nosso Spotify? Acesse e confira nossas playlists personalizadas e contações de história.


Eventos da Escola

Mostra Cultural 2021 – Ensino Fundamental II

Leia mais>
Dicas culturais

Dicas de leitura que abordam a representatividade e o protagonismo negro

Leia mais>
Novidades

Pedra da Gávea adota Praça Raoul Wallemberg

Leia mais>
Na mídia

Nutrição na Pedra é destaque no Globo Barra

Leia mais>